25 de jun de 2015

Olhar para si mesmo de outro ângulo

Lugana Olaiá
Essa semana estava lendo o relato de parto da atriz Bárbara Borges, e me lembrei daquele dia...aquele sentimento, tudo aquilo o que foi vivido horas antes, durante e depois da chegada de SB. 
Aí fiquei pensando na vida e em como as pessoas que estão fora do seu processo gravidez = parto = puerpério, enxergam a sua vida de outra maneira. E você ali dentro daquele filme inédito, sem saber quais serão as próximas cenas, mas torcendo pra protagonista ser feliz e fazer do filho um bebê saudável, feliz. 
Diante de toda a intensidade da maternidade, é fácil esquecer a sua própria importância. É quase uma regra, nasce junto com bebê um ser selvagem que faz tudo pela prole e passa despercebido aos olhos externos.
Mas a verdade é que não adianta esperar que o outro lhe enxergue. Você precisa olhar pra dentro e suprir as suas necessidades. Isso pode levar um tempo, cada mãe tem o seu relógio interno, mas saiba fazer silêncio para ouvir o alarme despertar.
E faça um favor a você, não se engane nem se esconda atrás de cortinas imaginárias. É preciso apresentar ao mundo essa nova mulher que nasceu.

Nenhum comentário: